Perder um terço da população em 50 anos? Japão enfrenta drama demográfico

Em 2016, pela primeira vez desde 1899, menos de um milhão de bebés nasceu no Japão.

O Japão poderá ver reduzida a sua população em um terço nos próximos 50 anos, com os economistas a temer o cruzamento dos baixos níveis de fertilidade e a baixa despesa de consumo do Japão.

Um novo estudo do Instituto de População e da Segurança Social japonês, citado pelo The Independent, prevê que a atual população de 127 milhões irá diminuir em cerca de 40 milhões até 2065.

Em 2016, pela primeira vez desde 1899,  menos de um milhão de bebés nasceu no Japão. Os novos dados indicam que a população do Japão pode diminuir abaixo dos 100 milhões em 2053.

Os especialistas demográficos atribuem este cenário a um menor interesse e capacidade das gerações mais novas em formar famílias, juntamente com baixas taxas de imigração, como as principais causas do declínio.

Em 2016, pela primeira vez desde 1899,  menos de um milhão de bebés nasceu no Japão.

Mais notícias