Pedrógão Grande: Já foram atribuídos cinco milhões de euros em compensações

Fundo de Solidariedade, no valor de 2,5 milhões de euros, para apoio aos familiares das vítimas mortais na tragédia de Pedrógão Grande e feridos graves e muito graves está "em fase de consolidação".

HO/Reuters

A Associação Portuguesa de Seguradoras (APS) anunciou que as compensações atribuídas pelo Fundo Solidário e Indemnizações pagas ao abrigo de contratos de seguro já ultrapassaram os cinco milhões de euros.

O Fundo de Solidariedade, no valor de 2,5 milhões de euros, constituído por empresas de seguros, para apoio aos familiares das vítimas mortais na tragédia de Pedrógão Grande e feridos graves e muito graves está “em fase de consolidação”, disse a APS em comunicado, divulgado esta quinta-feira.

“As empresas de seguro já pagaram também uma parte muito significativa das indemnizações devidas ao abrigo de contratos de seguro”, garante, acrescentando que coberturas de morte, invalidez, ou danos corporais, designadamente seguros de vida, acidentes de trabalho ou acidentes pessoais foram já pagos mais de um milhão de euros de indemnizações.

A APS esclarece que dos processos referentes a vítimas mortais foram já pagas ou atribuídas compensações em 62 casos e nos restantes 3 casos, aguarda-se ainda informação complementar.

Segundo a APS, estão pendentes de pagamento mais de um milhão e meio de euros, “devido à mecânica de funcionamento dos seguros de acidentes de trabalho sempre sujeitos ao ritmo de funcionamento dos tribunais de trabalho por onde os processos têm obrigatoriamente que transitar”.

Os seguros com cobertura de incêndio ou multirrisco também já pagaram indemnizações superiores a 2,6 milhões de euros para reparação de danos sofridos por 320 habitações e estão pendentes de pagamento, cerca de 1 milhão de euros. Foram, ainda, pagos 180 mil euros de indemnizações relativos aos danos próprios de viaturas destruídas pelos incêndios.





Mais notícias