Paula Amorim vai liderar império de quatro mil milhões

A filha mais velha do rei da cortiça vai suceder ao pai no negócio multi-milionário. Além de Paula, o empresário, que morreu ontem aos 82 anos, deixa mais duas filhas, também herdeiras, Marta e Luísa.

O empresário que ficou conhecido como o rei da cortiça, Américo Amorim morreu esta quinta-feira aos 82 anos e deixou uma herança avaliada em quatro mil milhões de euros, segundo noticia o Correio da Manhã. Paula Amorim, a filha mais velha e também empresária de 46 anos, será a sucessora nos negócios. Américo Amorim tinha ainda duas outras filhas: Marta e Luísa.

A primogénita deverá ser a escolha já que Paula Amorim assumiu em 2016 a presidência do conselho de administração da Galp Energia, depois de quatro anos como vice-presidente, e é administradora da Amorim Energia, principal acionista da Galp. Nasceu no Porto, frequentou o curso de Gestão Imobiliária na Escola Superior de Atividades Imobiliárias (ESAI) e começou aos 20 anos a trabalhar com o pai no grupo Américo Amorim, de acordo com o CM.

Paula Amorim acumula ainda o cargo de presidente do conselho de administração do Grupo Américo Amorim. Além de se ter envolvido desde cedo no império construído pelo pai, a gestora é acionista e membro do conselho de administração da marca de roupa de luxo Tom Ford Internacional e dona das lojas Fashion Clinic e do franchising da marca italiana Gucci em Portugal. Paula Amorim tem dois filhos de um relacionamento com Rui Alegre, sendo que é agora casada Miguel Bleck Guedes de Sousa.





Mais notícias