Pacote suspeito junto ao parlamento de Londres “não era perigoso”

A polícia britânica está a investigar um incidente ocorrido junto ao parlamento de Londres, informou a Câmara dos Comuns.

“A polícia metropolitana de Londres investigou hoje um pequeno pacote que continha um pó branco nas dependências do parlamento. Concluiu-se que o pó não era perigoso”, indicou a Scotland Yard. Segundo a edição ‘online’ do jornal britânico “The Independent”, citado pela Lusa, um agente policial que não se quis identificar disse há algumas horas que havia sido detetado um pacote considerado suspeito, encontrado junto à Câmara dos Comuns.

Também a agência de notícias Associated Press (AP) referiu ter sido informada pelas autoridades de que “um pacote tinha sido deixado”, sem adiantar mais pormenores.

Um porta-voz da Câmara dos Comuns confirmou à AP que a investigação estava em andamento, mas referiu que o edifício não foi bloqueado, nem os alertas de segurança tinham sido exibidos em torno do Palácio de Westminster.

Ficou agora esclarecido que o pacote não tinha qualquer perigosidade. A 22 de março do ano passado, o parlamento britânico interrompeu de forma urgente a sua sessão e fechou as entradas e saídas durante várias horas, quando um terrorista fez um ataque frente ao palácio de Westminster.

O atacante, que matou cinco pessoas, inclusive um dos polícias locais que asseguravam segurança no parlamento, foi morto a tiro quando tentava aceder ao edifício.

 




Mais notícias