OTRV: 63 mil investidores compraram obrigações do retalho

Maioria das obrigações foi subscrita em Portugal e apenas 4% dos investidores são internacionais.

D.R.

A procura pelas novas Obrigações do Tesouro de Rendimento Variável (OTRV) alcançou os 1,4 mil milhões de euros, 1,42 vezes acima do valor disponibilizado pela Agência de Gestão de Tesouraria e da Dívida Pública (IGCP), de acordo com os dados divulgados esta segunda-feira pela agência.

A procura superou, assim, a montante indicativo anunciado pelo IGCP, que tinha sido inicialmente de 500 milhões de euros e foi revisto para mil milhões de euros na semana passada. O produto de dívida pública para aforradores particulares foi subscrito por 63.017 investidores. Entre estes, 96% encontram-se em Portugal e apenas 4% no estrangeiro.

A grande maioria dos investidores (89,6%, ou 56.477) subscreveu entre mil euros, o valor mínimo, e 20 mil euros. Um investimento entre 20.001 e 50 mil euros foi feito por 6.305 investidores (10%), enquanto 50.001 a 100 mil euros foi feito por 154 pessoas (0,2%). Apenas 81 aforradores (0,1%) investiram entre 100.001 e 500 mil euros e ninguém investiu mais do que esse valor.

A emissão destas obrigações, com maturidade a 12 de abril de 2022, aconteceu entre os dias 27 de março e 7 de abril. Esta é a quarta emissão de obrigações do género, colocadas através de oferta pública de subscrição dirigida ao público, e que o IGCP acredita promover a aplicação da poupança de médio e longo prazo dos aforradores em títulos de dívida com caraterísticas idênticas às Obrigações do Tesouro, embora com remuneração variável.

A taxa de juro bruta oferecida é de 1,9%, pagos a 12 de abril e 12 de outubro de cada ano até à data de amortização. O valor compara com a taxa de juro de 2% paga na última emissão de OTRV, em novembro do ano passado, em que mais de 90 mil pessoas participaram, permitindo ao Tesouro emitir 1.500 milhões de euros. Nas duas outras emissões, em agosto e em março de 2016, a taxa de juro foi de 2,05% e 2,2%, respetivamente.

[Notícia atualizada às 17h20]

PUB
PUB
PUB