Os Papas em Portugal. A relação histórica entre Fátima e o Vaticano

Em plena visita do Papa Francisco a Portugal, nada como recordar a relação histórica entre o Vaticano e Fátima.

No livro “Os Papas em Portugal”, a jornalista Ana Cristina Câmara recorda as cinco ocasiões em que um Sumo Pontífice se deslocou ao país e como as “aparições” foram sempre o motivo das visitas. A obra recorre a testemunhos de quem esteve presente nessas visitas, dando um vasto enquadramento social, político e religioso às deslocações.

Paulo VI foi o primeiro a visitar o santuário, em maio de 1967, quando se cumpriam 50 anos das “aparições” e o país vivia a ditadura de Oliveira Salazar. O papa fez questão de afirmar que visitava Fátima “como peregrino” e evitou aterrar em Lisboa – uma opção tomada também por Francisco, na visita que começa hoje e termina amanhã.

Com o regime mobilizado para a Guerra Colonial em África, a autora recorda a tensão diplomática que a visita gerou. Paulo VI quis demarcar-se do regime de Salazar, sendo que o regime também não tinha visto com bons olhos a visita do Papa italiano fizera ao Congresso Eucarístico, em Bombaim, já depois de a Índia ter anexado Goa, Damão e Diu.

Mas o grosso da obra centra-se nas três visitas de João Paulo II a Portugal – algo natural, dada a relação próxima que estabeleceu com Fátima. O Sumo Pontífice atribuiu a Nossa Senhora de Fátima a sobrevivência ao atentado no Vaticano, a 13 de maio de 1981, tornando-se um devoto do Santuário da Cova da Iria. A ligação a Fátima tornou-se ainda mais intensa nessa visita, visto João Paulo II ter sido alvo de uma tentativa de assasinato. As forças de segurança portuguesas evitaram o pior – com pormenores que o livro de Ana Cristina Câmara explora em profundidade. O Papa polaco viria mais duas vezes a Portugal para beatificar os pastorinhos, revelar o terceiro segredo de Fátima e pôr Fátima nas bocas do mundo.

A obra, escrita por ordem cronológica, termina com a visita de Bento XVI. O Papa que tinha um ar sisudo acabou por encantar os portugueses com a sua amabilidade.



Mais notícias