Opel Crossland X chega em junho e já tem preços

Disponível para encomenda a partir de abril e com as primeiras entregas previstas para junho, o Opel Crossland X estará disponível em Portugal desde 17.900 euros.

Depois da sua estreia mundial no Salão de Genebra, a Opel deu a conhecer os primeiros dados oficiais para Portugal do Crossland X, o seu SUV compacto. De design completamente novo, este CUV (Crossover Utility Vehicle) junta-se à família X da marca, onde já está o Mokka X e em breve será revelado o Grandland X, que completará a gama.

Num mercado onde o segmento B-CUV/SUV cresceu oito vezes em seis anos e já vale cerca de 10% do total de ligeiros de passageiros vendidos, as expetativas da marca para este modelo são otimistas, até porque, ao contrário do que acontece com o Mokka, o Crossland X paragrá apenas Classe 1 nas portagens.
O novo modelo da agora marca do Grupo PSA estará disponível para encomenda a partir de abril, devendo as primeiras unidades serem entregues em junho, a tempo do verão.

A gama de preços inicia-se nos 17.900 euros pela versão de entrada de gama a gasolina e nos 22.800 euros, caso opte por uma das variantes a gasóleo. Do equipamento de série farão parte elementos como os vidros elétricos à frente e atrás, programador de velocidade, apoio ao arranque em subidas e sensores de estacionamento. Entre os sistemas de assistência à condução, a lista de série inclui câmara dianteira com alerta de saída de faixa e reconhecimento de sinais de trânsito, bem como o sistema OnStar.

De cariz mais citadino, até porque não propõe versões com tração integral, o Crossland tem como trunfos uma bagageira ampla, cuja capacidade oscila entre os 410 e 1255 litros, e bancos traseiros reguláveis longitudinalmente, que permitem conseguir uma capacidade de carga de 520 litros sem abdicar de nenhum lugar. Ainda no domínio dos bancos destaque para a regulação de quatro vias do apoio lombar do banco do condutor, que conta também com um assento extensível e de inclinação regulável.

No que respeita a motores, serão dois a animar este crossover: um 1.2 a gasolina com 81, 110 e 130 cv (nos dois últimos casos com recurso a um turbocompressor), e um 1.6 turbodiesel com 99 e 120 cv. A eles podem ser acopladas caixas de velocidades manuais de cinco e seis relações. A caixa automática de seis velocidades está reservada para o 1.2 Turbo de 110 cv.

 

 

Mais notícias