O seu computador foi atacado? Especialista explica o que fazer

Rui Ribeiro, Diretor Executivo da LISS - Lusofona Information Systems School explica como se previne um malware e o que fazer se se for afetado.

O que tenho de fazer para me prevenir contra o malware?

Do ponto de vista do utilizador, a prevenção base sobre malware mais standard é o de garantir a existência de anti-virus instalado no computador. A prevenção sobre malware do tipo ransomware deverá ser o de ter atenção à tipologia de emails recebidos, em particular a anexos e links para downloads oriundos de pessoas desconhecidas.

Adicionalmente existem mails, que aparentemente têm origem de pessoas “amigas”, mas que na realidade são de conteúdo duvidoso, pelo que importa verificar e ter atenção à própria forma de escrita desse mesmo email, para se apreender a verdadeira origem.

A Universidade Lusófona tem procurado garantir uma formação preventiva sobre o mercado, através de cursos técnicos e pós-graduações na área, nomeadamente a sua Posgraduação em Cibersegurança e Inteligência Competitiva.

 

Como posso identificar que o meu computador foi afectado?

Existem vários sintomas de aferição de virus tradicionais, nomeadamente a crescente lentidão do computador, uma vez que o mesmo poderá estar a enviar informações via internet, bem como a receber e a processar informação oriunda da própria internet, isto é, o computador será um hospedeiro do virus para poder estar a atacar outros equipamentos/servidores na internet.

Adicionalmente, a tipologia de malwares do tipo ransomware normalmente tem uma atividade proativa sobre o utilizador, nomeadamente o aparecimento de janelas a indicar que “uma força da lei” necessita de apoio para executar algumas atividades. Nesse caso será típico que o malware esteja já instalado no computador, esperando uma permissão de segurança sobre o sistema operativo do próprio utilizador para poder ter ainda maior controlo sobre o mesmo (se já não o tiver).

 

O que devo fazer se o meu computador for afetado?

O primeiro passo será o de desligar da Internet o computador. O segundo passo será o de instalar um anti-malware scanner, para procurar retirar o malware, caso tal não seja possível e não tenha um backup do computador, deverá contactar empresas  e entidades especializadas como a Bleepingcomputer online, a qual é uma comunidade web-based de suporte técnico que tem um conjunto de especialistas de cibersegurança que doam parte do seu tempo a apoiar vitimas de malware.

 

Mais notícias
PUB
PUB
PUB