Especial 2018: O que vai acontecer com o caso dos emails do SL Benfica?

“Temos de manter a guerra dos emails”. Se alguém duvida que o caso dos emails vai adensar-se em 2018, esta afirmação de Pinto da Costa, presidente do FC Porto, não deixa dúvidas.

Pedro Nunes/Reuters

Os ‘dragões’ não vão prescindir de fazer novas revelações, umas mais graves do que outras, sempre com o mesmo objetivo: mostrar como, alegadamente, o Benfica montou um esquema que visava o condicionamento de vários organismos do futebol português e personalidades que, com maior ou menor importância, gravitam à volta do futebol. No entanto, é de esperar que novos desenvolvimentos do caso surjam nos órgãos de comunicação social em Portugal, tal como aconteceu em 2017, e que os emails continuem a gerar debates acesos nos painéis televisivos com os representantes dos três ‘grandes’ a esgrimirem argumentos de forma enérgica sobre quem mais sai prejudicado e beneficiado pelo sistema atualmente vigente no nosso futebol. Definitivamente, e apesar de pela primeira vez irmos a um Mundial como campeões europeus de futebol, 2018 não vai ser marcado pelo fim do caso dos emails e não serão os feitos desportivos de ‘dragões’ ou ‘leões’ que irão fazer algo pelo fim desta polémica. Aliás, se alguém pensa que os títulos vão ‘calar’ a polémica, está muito enganado até porque um eventual sucesso desportivo das ‘águias’ (o designado ‘penta’, único título que ainda pode ser conquistado na Luz esta temporada depois da eliminação das competições europeias, Taça de Portugal e Taça da Liga) pode agravar o cenário de divulgação de emails mais gravosos e que colocam em causa outros protagonistas que até agora ainda não foram visados. Por outro lado, um deslize desportivo do SL Benfica vai acentuar a ideia de que a pré-época dos ‘encarnados’ podia ter sido melhor preparada e o ‘apontar de dedo’ aos responsáveis vai ser inevitável. Assim, só há algo que pode atenuar toda esta discussão à volta do poder no futebol português: que a investigação do Ministério Público avance e que os protagonistas mediáticos resolvam dar serenidade à investigação das autoridades competentes. Por outro lado, outras polémicas em torno do futebol português, entre as quais as relacionadas com as apostas ilegais na Liga portuguesa, podem atenuar a ‘guerra’ dos emails e focar a atenção noutros intervenientes.





Mais notícias