“O hacker tem sido muito cooperativo”: Este ciberataque teve um final feliz

A startup indiana, que abrange mais de um milhão de restaurantes em 24 países, confirmou que endereços de email e as palavras-passes encriptadas foram roubadas do banco de dados da empresa.

No âmbito do recente ataque cibernético de que a plataforma Zomato foi alvo, a mesma avança ter descoberto que os emails dos utilizadores e respetivas senhas encriptadas foram roubadas do banco de dados. Uma das soluções passou por abrir uma linha de comunicação com o hacker (pirata informático), que havia colocado os dados de utilizador à venda.

“O hacker tem sido muito cooperativo connosco. Ele(a) queria que reconhecessemos as vulnerabilidades de segurança do nosso sistema e trabalhássemos com a comunidade de hackers éticos para preencher as lacunas. O seu pedido-chave foi que desenvolvessemos um programa de recompensa para os investigadores que encontrem falhas de segurança”, lê-se no blogue.

A introdução do programa na empresa Hackerone está para breve e, por sua vez, o hacker concordou em destruir as cópias dos dados existentes e retirar os dados do mercado negro online. Além do mais, ainda forneceu todos os detalhes sobre como acedeu ao banco de dados da plataforma.

“Este incidente tornou o compromisso da nossa equipa, de abordar todos os nossos problemas de segurança de forma responsável e oportuna, ainda mais forte. Esperamos trabalhar mais de perto com a comunidade de hackers éticos, para tornar a Zomato um lugar mais seguro para os nossos utilizadores”, afirma a empresa.



Mais notícias
PUB
PUB
PUB