O antibiótico que promete eliminar as bactérias mais resistentes

De nome vancomicina, o medicamento já existe no mercado há 60 anos e está a passar por um processo de modificação que visa torná-lo mais potente, de forma a combater todas as bactérias multi-resistentes.

Uma equipa de cientistas do Scripps Research Institute, situado na Califórnia, nos EUA, otimizou um antibiótico denominado vancomicina, existente no mercado há já 60 anos. O objetivo passa por eliminar todas as bactérias multi-resistentes, relata a SIC Notícias.

Este antibiótico foi criado para tratar infeções bacterianas graves mas nos últimos anos verificou-se que as bactérias começaram a criar resistência ao medicamento. Desta forma, a equipa do Dr. Dale Boger potenciou o antibiótico, tornando-o praticamente imune a mutações.

Contudo, o antibiótico reforçado, que ainda não chegou à fase de testes, terá de ser administrado em menor quantidade que o normal mas sem perder o mesmo efeito. De acordo com os cientistas, caso o medicamento passe nos testes, prevê-se que entre no mercado dentro de cinco anos.

“Os médicos poderiam usar esta nova versão da vancomicina sem qualquer medo”, assegurou o Dr. Dale Boger, citado pelo canal de notícias, explicando que “a vancomicina é um antibiótico de último recurso contra algumas infeções graves” e que a resistência das bactérias tem sido motivo de “grande preocupação”.



Mais notícias