Número de casais desempregados está a cair

Em março, o número de casais em que ambos os cônjuges estavam sem emprego era de 10.354, menos 1.979 do que há um ano, revela o IEFP.

Do total de desempregados casados ou em união de facto, 20.708 (10,4%) têm registo de que o seu cônjuge está igualmente inscrito como desempregado nos serviços de emprego, revelam as estatísticas do Instituto do Emprego e Formação Profissional (IEFP) divulgados ontem.

Ou seja, o número de casais em que ambos os cônjuges estavam desempregados em março era de 10.354, uma redução de 16% face há um ano (menos 1.979 casais) e de 2,6% (menos 280 casais) do que em fevereiro.

Os dados do IEFP mostram que, no final de março, estavam registados como desempregados no continente 441.911 pessoas, das quais 44,9% eram casadas ou viviam em união de facto, totalizando 198.613 pessoas. Por sua vez, 178.168 dos desempregados inscritos eram solteiros, 53 mil divorciados e oito mil viúvos.

Face a março do ano passado, registou-se uma diminuição no número de desempregados casados ou em união de facto de 19,1% (menos 47 mil desempregados), enquanto comparando com fevereiro, a queda foi de 3,5% (menos 7 mil).



Mais notícias