Número de beneficiários com prestações de desemprego caiu 16%

Em março, 211.258 pessoas recebiam prestações de desemprego, revelam dados da Segurança Social.

O número de beneficiários com prestações de desemprego voltou a cair em março, para 211.258, uma diminuição de 3,2% em relação ao mês anterior e de 15,8% face ao período homólogo.

Os dados foram publicados hoje pelo Instituto da Segurança Social e incluem a medida extraordinária de apoio aos desempregados de longa duração. Excluindo a medida, o decréscimo é de 17%.

O número de beneficiários de subsídio de desemprego foi de 165.106, menos 3,4% face a fevereiro de 2017 e menos 15,3% considerando o período homólogo.

O subsídio social de desemprego inicial apresentou uma quebra de 581 indivíduos (menos 5%), ou seja, chegou a 11.012 desempregados. Já o número de desempregados com subsídio social de desemprego subsequente foi de 32 117, menos 492 indivíduos relativamente a fevereiro (menos 1,5%).

A medida extraordinária de apoio aos desempregados de longa duração, em março de 2017, abrangeu menos 54 desempregados, totalizando os 2.983 indivíduos.

O valor médio mensal processado relativo às prestações de desemprego, em março de 2017, foi de 459,48 euros. Nos últimos meses, o valor pouco tem variado, sendo o segundo mais elevado no período em análise.

 



Mais notícias