Novo Bentley Continental GT terá 600 cv e motorização híbrida

A nova geração do Bentley Continental GT irá partilhar, tal como o GTC e o Convertible, a sua plataforma com a do Porsche Panamera. Ao mesmo tempo, o coupé de luxo da marca britânica montará um motor W12 de 600 cv e disponibilizará uma motorização híbrida.

Já em fase de testes em preparação para o seu lançamento no início de 2018, o novo Bentley Continental GT (tal como os restantes membros da gama – GTC e Convertible) será maior do que atualmente e mais leve. Tudo fruto da nova plataforma que passará a utilizar, a MSB, já utilizada pela variante mais comprida do Porsche Panamera. Além de uma nova plataforma, o Bentley Continental GT da próxima geração montará o mesmo motor W12 do SUV Bentayga, aumentando assim a sua potência para os 600 cv.

O seu aspeto será baseado no protótipo EXP 10 Speed 6, estreado no Salão de Genebra de 2015, esperando-se uma postura mais colada ao solo do que até agora, bem como menores projeções, para um maior dinamismo. Tal como o Bentayga, a carroçaria deste Continental utilizará materiais híbridos, com aço de elevada resistência a reforçar uma estrutura feita, a sua maioria, de alumínio. Esta mudança é parte de um esforço de redução de peso que pretende diminuir bastante o valor de 2375 kg que o modelo atual acusa na balança, ainda que não deva descer das duas toneladas.

Abaixo do 6.0 W12 que encabeça a gama (com mais 18 cv do que o atual W12), estará uma versão revista do 4.0 V8 atualmente oferecido, cuja potência deverá crescer além dos 520 cv agora disponíveis. Além destas, espera-se ainda uma motorização híbrida com um motor V6 a gasolina, a mesma que atualmente disponibiliza 400 cv no Porsche Cayenne Plug-in Hybrid. Não é de esperar que o Continental ofereça um Diesel V8, apesar de esta motorização estar disponível para o Bentayga.

Mais notícias