Novas regras do BCE preocupam presidente do Parlamento Europeu

Antonio Tajani, presidente do Parlamento Europeu, enviou uma carta ao seu conterrâneo, Mario Draghi, em, que se revela “profundamente preocupado” com as novas regras do Banco Central Europeu aos empréstimos bancários.

O chefe do Parlamento Europeu questionou as novas regras do Banco Central Europeu (BCE) no que respeita aos empréstimos bancários, escalando o diferendo entre Itália e o BCE no que respeita às novas medidas.

Numa carta enviada ao seu conterrâneo, Mario Draghi, Antonio Tajani revelou-se “profundamente preocupado” com as medidas – emitidas na passada semana – que obrigam a que, a partir de 2018, os bancos tenham mais capital guardado para colmatar o malparado.

A Itália, cujos bancos detêm cerca de 30% dos 915 mil milhões de euros de crédito malparado da Europa, reagiu mal a estas novas medidas, pedindo ao organismo que amenize as suas propostas. Na terça-feira, as ações dos bancos italianos voltaram a cair, o que vem acontecendo há cinco dias, no seguimento de relatórios que advertem para que os bancos transalpinos sejam afetados pelas novas medidas.

Tajani apelou a Draghi que envolva o Parlamento Europeu na tentativa de evitar um incidente institucional. “Questiono-me seriamente sobre se poderão ser impostas medidas adicionais a entidades supervisionadas sem que sejam envolvidos os legisladores no processo de tomada de decisões”, diz Tajani nesta missiva, a que a Reuters teve acesso.



Mais notícias