No aeroporto do Dubai, vão ser peixes a fazer a verificação de segurança

Não, não é uma brincadeira. A segurança neste aeroporto dos Emirados Árabes Unidos poderá passar a ser feita através de um sistema biométrico enquanto os passageiros passaram por um agradável aquário.

A ideia junta ao útil ao agradável: os passageiros que usarem o Aeroporto Internacional do Dubai poderão deixar de ter de esperar em filas de segurança intermináveis, enquanto a segurança é reforçada através de um sistema biométrico.

A ideia, apresentada pelo responsável de segurança Obaid Al Hameeri e que poderá estar em vigor já no próximo ano, passa por colocar um aquário no aeroporto. Os passageiros fazem um pré-registo quando chegam ao aeroporto e enquanto os passageiros passam pelo aquário, 80 câmaras fazem o scanning facial para verificar a identificação.

“Os peixes são uma espécie de entretenimento e algo novo para quem viaja, mas, em última análise, vai também atrair a visão dos viajantes para diferentes cantos do túnel, onde as câmaras vão capturar a identidade da pessoa”, explicou Obaid Al Hameeri ao jornal The National.

Numa altura em que os sistemas biométricos de segurança são vistos como o futuro da segurança e uma opção que poderá revolucionar a forma como viajamos, o plano é implementar o novo sistema de segurança no terminal três do Aeroporto Internacional do Dubai no final do próximo ano. Se o projeto correr como esperado, poderá ser alargado aos restantes terminais, em 2020.



Mais notícias