Nissan consegue recorde de vendas em Portugal

A Nissan fechou o ano fiscal de 2016 com uma quota de mercado de 5,1%, um recorde absoluto para a marca em terras lusas. Este resultado revela um crescimento de 10% nas vendas face ao ano anterior. Recordes quebraram o Qashqai e o Leaf, ambos na liderança dos seus segmentos.

Em Portugal, a Nissan registou um crescimento de 10% nas vendas em Portugal durante o ano fiscal de 2016 (1 de abril de 2016 a 31 de março de 2017). A marca vendeu 12.437 unidades neste período, o que corresponde a uma quota de mercado de 5,1%, um recorde absoluto para a marca em Portugal.

Guillaume Masurel, diretor-geral da Nissan em Portugal, refere que “a Nissan trabalha com um foco claro no cliente, colocando-o no centro de tudo aquilo que faz: quer seja nos produtos, quer nos serviços a eles associados e que propõe aos clientes através da sua rede de concessionários. Apostando claramente em produtos que incorporam elevados níveis de tecnologia útil e contribuem para a visão da Nissan de Duplo Zero – Zero Emissões e Zero Fatalidades – a Nissan está já a liderar o caminho da mobilidade inteligente e da condução autónoma, e os nossos clientes estão a reconhecê-lo ao considerarem a Nissan como a sua escolha”.

Os modelos da marca também registaram variações positivas no ano que terminou. Exemplo disso é o segmento Crossover, em que Juke, Qashqai e X-Trail registaram um acentuado crescimento de vendas: o Qashqai vendeu 5747 unidades, batendo o seu próprio recorde de vendas; o X-Trail subiu 15%, para as 625 unidades; e o Juke ultrapassou pela primeira vez a barreira das duas mil unidades vendidas num ano.

Entre os veículos elétricos, o Leaf continua a liderar, com 353 veículos vendidos em 2016, um crescimento de 46%, bem acima dos 33% que cresceu o mercado nacional de veículos elétricos, onde o Leaf representa 37% do total de vendas.

Mais notícias