“Nicolás, o povo ama-te e quer alimentar-te”: O que se seguiu foi surpreendente

Presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, foi alvo de contestações públicas no dia de ontem depois de um desfile militar na comunidade de San Félix, no estado de Bolívar.

O presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, foi alvo de contestações públicas no dia de ontem depois de um desfile militar na comunidade de San Félix, no estado de Bolívar, de acordo com a agência EFE. O presidente foi então retirado rapidamente do local.

Maduro cumprimentava os participantes depois do desfile, quando algumas pessoas da plateia começaram a atirar objectos, como se vê nas imagens da emissora de TV a cargo da transmissão do evento. As imagens mostram a equipa de segurança do presidente a cercar o governante, evitando que o mesmo fosse agredido.

Os utilizadores das redes sociais também captaram o evento, gravando insultos e ataque direccionados ao governante venezuelano.

O ministro da Informação, Ernesto Villegas, também divulgou imagens da saída de Maduro do local, momentos antes do incidente, mas nestas imagens o presidente está rodeado por centenas de apoiantes. Os opositores reagiram pelo Twitter, entre eles, o presidente do Parlamento venezuelano, Julio Borges e o deputado opositor Henry Ramos Allup.

“Nicolás, o povo de San Félix ama-te e quer alimentar-te. É por isso que atiram ovos, tomates, verduras, cascas de bananas e outras coisas”, afirmou Ramos. Borges escreveu que “o povo de San Félix, como toda Venezuela, rejeita Maduro e repudia sua ditadura”.



Mais notícias