Não pescar sardinha durante 15 anos é “impensável”, garante ministra

Ana Paula Vitorino indicou que a definição dos stocks de sardinha para 2018 será estipulada em outubro, depois de uma monitorização da espécie em agosto.

A ministra do Mar, Ana Paula Vitorino, garantiu que o cenário de proibição de capturar sardinha durante 15 anos é “impensável”, afastando a hipótese levantada a semana passada pelas recomendações de um organismo científico à Comissão Europeia.

Ana Paula Vitorino indicou que a definição dos stocks de sardinha para 2018 será estipulada em outubro, depois de uma monitorização da espécie em agosto.

“As decisões que existirem, não são tomadas agora, serão tomadas em outubro, conforme planeado e previsto, conforme os dados que existirem na altura”, disse Ana Paula Vitorino, citada pela agência Lusa. “Mas nunca será de parar a pesca e, muito menos, por um período de 15 anos, isso seria impensável”, frisou.

A definição dos stocks de sardinha para Portugal é “acompanhada pela Comissão Europeia mas não é fixada pela Comissão Europeia” mas a ministra salientou que “a capacidade de pesca é uma questão entre Portugal e Espanha, porque é um setor gerido conjuntamente” pelos dois países e seguirá “essas avaliações”.

“Tal como fizemos no ano passado, este ano estamos a trabalhar com os pescadores, porque não é uma questão que se trate de forma majestática desde o ministério, é uma gestão que se faz com dados científicos, com dados reais, porque os próprios pescadores podem dar dados importantíssimas sobre o estado do stock, eles são extremamente conscientes e quando o ‘stock’ está bom dizem que está bom e quando está mau também”, disse.





Mais notícias