Mudam-se os tempos, renovam-se as estratégias das marcas

Mais do que personalizar em vários canais é fundamental que as marcas apostem naqueles em que o consumidor está presente, de forma a criar e estabelecer uma relação de proximidade e de confiança.

As novas tendências de comportamento dos consumidores, resultado da evolução tecnológica e social, marcam a forma como as marcas se devem posicionar no mercado perante os seus interlocutores. Ambiente, Responsabilidade Social, Ética, Mobilidade, são alguns dos temas atuais aos quais as marcas devem responder. O surgimento de uma multiplicidade de canais, o desenvolvimento das tecnologias de informação e comunicação e a evolução dos modelos de interação daí resultante aumentaram o potencial da personalização, e as empresas tiveram que se adaptar e reinventar para responder às novas tendências e desafios do mercado, fortemente competitivo. Renovar estratégias torna-se inevitável.

As marcas tiveram que adotar uma estratégia que permitisse estar presente onde os seus interlocutores estão, o comummente reconhecido omnicanal, e que seja também personalizada para cada audiência e canal de interação, fundamental para uma maior eficácia numa época em que as solicitações das marcas sobrecarregam os consumidores com um excesso de mensagens. Segundo o estudo da conceituada consultora Forrester Research sobre “The Power of Personalization”, 79% das organizações revelam que criar mensagens personalizadas não só lhes permitiu aumentar a satisfação dos seus clientes, mas também fidelizá-los. Desta forma, as marcas devem ter no centro das suas atenções as ambições e necessidades dos consumidores para criar estratégias e mensagens personalizadas, focadas no perfil e nas necessidades de cada indivíduo. Ou seja, mais do que personalizar em vários canais é fundamental que as marcas apostem naqueles em que o consumidor está presente, de forma a criar e estabelecer uma relação de proximidade e de confiança.

As agências especializadas em Branding e Design também tiveram que acompanhar as tendências para conseguir responder da melhor forma às novas necessidades e desafios dos seus clientes. O facto de oferecerem agora aos seus clientes um serviço único e integrado, capaz de criar e implementar qualquer projeto coerente nos canais digitais ou no offline, permite-lhes garantir que os consumidores encontram a mesma experiência de informação independentemente dos canais utilizados. Deste modo, as agências devem ter a capacidade de conciliar o aparecimento destas novas tendências com os canais já existentes, de forma a que estes se complementem e funcionem em conjunto, proporcionando uma experiência de utilização de excelência.

Portanto, as marcas terão que tornar o digital parte integrante do negócio, desenvolver mensagens personalizadas em todos os canais, reinventar a sua cadeia de valor e procurar novas oportunidades de crescimento focadas nas preferências dos consumidores para conseguirem destacar-se num mercado altamente competitivo. O objetivo? Tornarem-se numa marca de sucesso e de confiança perante os seus consumidores. Os tempos mudam, as marcas renovam-se, os consumidores sofisticam-se e o que fica é a relação que elas construíram.



Mais notícias
PUB
PUB
PUB