Ferreira Leite: “Ministro europeu das Finanças seria desastre total”

A comentadora da TVI, Manuela Ferreira Leite, considera "inaceitável" a proposta da criação do ministro europeu das Finanças e sublinhou a desvalorização do Brexit.

“Foi um discurso que se adequa à realidade, mas essa do ministro das Finanças europeu será absolutamente inaceitável”. Foi desta forma que Manuela Ferreira Leite, ex-ministra das Finanças, se referiu, no seu espaço de comentário na TVI24, uma das propostas pelo presidente da Comissão Europeia, Jean-Claude Juncker no seu discurso de rentrée.

“Inimaginável. Não sei se lançou [a ideia] para ver se pega, admito que lance essa ideia, mas é contraditória com o seu discurso que é preciso ter cuidado com as diferentes realidades. Seria exatamente o contrário do que ele está a dizer neste momento. Se devemos ajustar as políticas a cada país, à sua estrutura económica, social, potencialidades e fragilidade, a última coisa que se pode fazer é ter um ministro para todos. Ou era um super homem capaz de ter conhecimento perfeito de cada uma das economias…Só podia ser feito com receita única, aconteça o que acontecer terá de ser assim. Seria um desastre total”.

Sobre a ideia de se criar um Fundo Monetário Europeu é positiva para a antiga governante, “para que numa próxima troika não seja necessário recorrer ao FMI”. Ferreira Leite sublinha o facto de Juncker reconhecer que os países da zona euro foram capazes de manter a disciplina orçamental, sendo “muito cuidadosos” em não afetar o crescimento.

Em relação ao Brexit, a comentadora disse que ficou “bem patente a desvalorização” que Juncker fez, até porque só mencionou a questão uma única vez.





Mais notícias