Ministério das Finanças: “Crescimento do PIB teve um importante contributo do investimento”

"O ritmo de crescimento está em linha com a evolução da economia europeia, onde o crescimento foi afetado por vários fatores temporários", salienta o gabinete de Mário Centeno, em comunicado divulgado esta terça-feira.

O Ministério das Finanças disse esta terça-feira, em comunicado, que o crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) registado no primeiro trimestre do ano “teve um importante contributo do investimento” e que segue a evolução económica da União Europeia.

“O crescimento do PIB continua a ser impulsionado por um forte crescimento do emprego, refletido num aumento expressivo da receita da Segurança Social, e na redução do desemprego. O crescimento do primeiro trimestre teve um importante contributo do investimento”, explica o gabinete de Mário Centeno, frisando que o “ritmo de crescimento está em linha com a evolução da economia europeia, onde o crescimento foi afetado por vários fatores temporários”.

Segundo os dados publicados pelo Instituto Nacional de Estatística, o PIB expandiu 2,1%, em termos homólogos, nos primeiros três meses do ano. O valor representa uma desaceleração face aos 2,4% registados no quarto trimestre de 2017. A variação trimestral, ou seja, em cadeia, foi de 0,4%. “Este é o décimo sexto trimestre consecutivo de crescimento inclusivo da economia portuguesa, mantendo-se a tendência de aumento do emprego, do investimento e de melhoria da competitividade”, lembra o Governo, na mesma nota.

Os economistas consultados pelo Jornal Económico apontavam para um crescimento homólogo de entre 2% e 2,3%, e uma expansão em cadeia de entre 0,35% e 0,7%, com a desaceleração provocada pelo abrandamento do investimento e das exportações.

Economia portuguesa cresceu 2,1% no primeiro trimestre

Notícia atualizada às 12h50




Mais notícias
PUB
PUB
PUB