Mimos culturais para todos

Descubra algumas sugestões de lazer do Jornal Económico para este fim-de-semana (e não só) na região de Lisboa.

Terça-feira

A essência do jazz com Woody Allen

O universo jazzístico de Woody Allen na companhia da New Orleans Jazz Band preenche o Coliseu dos Recreios, no dia 4 de julho. A música é um elemento importante na obra cinematográfica de Woody Allen. Sobretudo, o jazz, que o acompanha desde a infância.

O concerto único parte de um repertório superior a mil canções. Os temas são escolhidos consoante a inspiração, respeitando o atributo principal do jazz que é o improviso. Woody Allen no clarinete, juntamente com Eddy Davis, que toca banjo e é director musical da New Orleans Jazz Band, Conal Fowkes no piano, Simon Wettenhall no trompete, Jerry Zigmont no trombone, John Gill na bateria e Greg Cohen no baixo. Uma jam excepcional, cheia de energia, diversão e humor é proposta ao público. O tributo aos grandes mestres, incluindo temas de lendas como Louis Armstrong, George Lewis, Sidney Bechet, Johnny Dodds, Jimmie Noone.

Uma oportunidade única de ver o Coliseu dos Recreios transformado. O concerto irá transporta-lo para um club de jazz nova-iorquino – The Carlyle, onde a banda toca desde 1996.

Coliseu dos Recreios
04 de julho 21h30 / Preço: 25 – 120 euros

 

Sexta-feira

Não é tango, mas é Argentino

Se já é fã dos filmes do outro lado do Atlântico, marque na sua agenda as datas do Festival de Cinema Argentino. Se pouco ou nada conhece, começa hoje a oportunidade de visionar os filmes que compõem a terceira edição do festival. O Cinema São Jorge e a Biblioteca de Marvila, inaugurada recentemente, acolhem o evento. Os filmes escolhidos dialogam com obras literárias.

Hermia & Helena de Matías Piñeiro apoia-se no “Sonho de uma Noite de Verão de Shakespeare”; La Idea de un Lago de Milagros Mumenthaler deriva da estrutura poética de Pozo de Aire de Guadalupe Gaona; La Larga Noche de Francisco Sanctis de Andrea Testa e Francisco Márquez aproxima-se da obra de Humberto Constantini. Kékszakállú de Gastón Solnicki inspira-se na partitura dramática “O Castelo do Barba Azul” de Béla Bartok e Solar de Manuel Abramovich acompanha o Vengo del Sol de Flabio Cabobianco. Um cruzamento e ligação incríveis. Não se sabe onde acabam os livros e começam os filmes. E vice-versa. Para além dos filmes, o festival oferece conversas entre os realizadores argentinos e portugueses, curtas-metragens e documentários. Fica aqui o convite para mergulhar no mundo do cinema argentino.

Bibliotecas de Lisboa; Cinema São Jorge
30 de junho – 09 de julho 09h30 – 18h00 / Info: www.arcinemaargentino.com
Preço: Biblioteca de Marvila – gratuito; Cinema São Jorge 3,5 – 4 euros

 

Sexta-feira

Uma história de vida improvisada

O grupo de incríveis comediantes brasileiros Porta dos Fundos regressa a Portugal. Planeia revirar, transformar e, o essencial, fazê-lo rir a gargalhada durante uma semana. “Portátil” é um espetáculo de improvisação e sem interrupções. A peça resulta e desenvolve-se a partir de uma entrevista a um membro do público, escolhido ao acaso. Os comediantes criam a narrativa própria que percorre as memórias do entrevistado, a história de vida do espectador será o ponto de partida e a essência do espetáculo. Acompanhados por uma banda sonora, também, criada no momento. A participação do César Mourão é a novidade deste ano. Gregório Duvivier, Gustavo Miranda, Andres Giraldo e João Vicente de Castro prometem um espetáculo alegre, diversificado e orgânico. Onde se constrói o processo criativo e cumplicidade com o público.

Não deixe para o último dia! É bem provável que os bilhetes esgotem. E quem sabe, ainda é escolhido(a) para a construção da peça.

Teatro Tivoli BBVA
30 de junho – 2 de julho / Preço: 20-30 euros

 

Sexta-feira

Concelho de Sintra recebe MIMMOS

Marionetas, máscaras invadem as ruas, praças, jardins de Agualva e Mira Sintra. É a 1ª edição de MIMMOS (Mostra Internacional de Marionetas, Máscaras e Objetos de Sintra). O festival propõe dar valor à arte da marioneta, da máscara e da manipulação de objetos, aproximando-a de todas as pessoas.

Durante uma semana oferece ao público animação em espaços públicos, espetáculos de teatro, formação e exposições na Casa da Marioneta. A participação inclui artistas, companhias nacionais e internacionais. Tudo acontece ao ar livre! Aproveita-se cada rua e espaços verdes, como Parque Urbano de Mira-Sintra, Jardim da Anta e Largo da República.

MIMMOS é mágico, uma celebração e sonho de que este pequeno lugar no mapa possa, no futuro, tornar-se na Capital da Marioneta, da Máscara e do Objecto Animado. Deixe-se fascinar por esta arte. Ela encanta os mais pequenos, mas também conquista os mais crescidos.

Vários locais – Sintra
Até 9 de julho / Info: www.mimmos.pt / Entrada: gratuito

 

Sábado

“O caminho faz-se caminhando”

Tem planos para o fim de semana? Reserve o dia de sábado para uma caminhada. Conheça uma das mais belas praias do mundo – praia da Ursa. De difícil acesso, mas cada obstáculo do percurso é gratificante para descobrir o paraíso.

A aventura começa no ponto mais ocidental da Europa continental, Cabo da Roca, segue pela Ulgueira e Almoçageme. Entre a Praia Grande e a Praia da Adraga o percurso faz-se ao longo de falésias. E por fim, a desejada descida à maravilhosa praia da Ursa. Depois de uma caminhada de 11km, chega a hora do merecido descanso. Relaxe, aproveite a vista, sinta a brisa do mar e mergulhe quantas vezes quiser.

01 de julho 10h-15h30
Info: www.greentrekker.pt / Preço: 10 euros



Mais notícias