Más notícias para a Grécia. Crescimento económico cai para níveis de 2015

No último trimestre de 2016, a economia do país cresceu tão pouco quanto durante as famosas três semanas em que os bancos gregos foram obrigados a fechar.

O crescimento económico na Grécia recuou 1,2% no quarto trimestre de 2016, três vezes mais do que as estimativas que apontavam para uma contração de 0,4%. O PIB no país registou a pior progressão desde o verão de 2015, altura em que os gregos votaram em referendo a rejeição das condições dos credores para o terceiro resgate e em que os bancos do país foram obrigados a fechar durante três semanas.

No agregado do ano passado, o PIB contraiu 0,1%, segundo os dados do gabinete de estatísticas da Grécia, o Elstat, divulgados esta segunda-feira pela Bloomberg. Os resultados do crescimento económico grego contrariam as declarações do primeiro-ministro Alexis Tsipras de que a economia do país estaria a recuperar.

A revisão em baixa da estimativa cria um problema adicional para o governo grego numa altura em que a segunda avaliação ao programa de assistência está ainda a decorrer. Tsipras precisa do aval dos credores para receber mais uma tranche do empréstimo que totaliza 86 mil milhões de euros e que está planeado terminar a 20 de agosto de 2018.

Mais notícias
PUB
PUB
PUB