Malparado das famílias continua a cair, empresas mantêm alto incumprimento e recebem menos crédito

Dados divulgados pelo Banco de Portugal mostram um aumento na concessão de crédito às famílias portuguesas, mas uma diminuição no crédito concedido às empresas. Os bancos nacionais receberam mais financiamento do Banco Central Europeu.

O crédito às famílias portuguesas aumentou para 994 milhões de euros em fevereiro, o que significa um aumento de cinco milhões de euros face ao mês anterior. Por outro lado, o crédito concedido às empresas diminuiu no mesmo período, de acordo com os dados divulgados esta terça-feira pelo Banco de Portugal (BdP).

A subida na concessão de financiamento às famílias foi impulsionado pelo consumo, que representou 318 milhões de euros, enquanto os empréstimos para outros fins subiram para 146 milhões de euros. Por outro lado, o crédito à habitação registou um decréscimo para 530 milhões de euros em fevereiro, o que compara com os 553 milhões concedidos em janeiro.

A acompanhar a tendência de aumento da concessão de crédito está a diminuição do crédito malparado. Em fevereiro, o malparado das famílias caiu para níveis de 2012 e atingiu os 3,62%. O valor significa 4.215 milhões de euros e é uma diminuição do crédito malparado em relação aos 4.235 milhões de euros de janeiro. A maior diminuição aconteceu no segmento do crédito à habitação, enquanto o crédito malparado no consumo se mantém mais elevado.

Empresas recebem menos crédito

No que diz respeito às empresas nacionais, a concessão de crédito recuou para 1.831 milhões de euros em fevereiro, em comparação com os 2.265 milhões registados em janeiro. De acordo com o BdP, os novos empréstimos inferiores a um milhão de euros a sociedades não financeiras diminuíram para 1.223 milhões de euros em fevereiro, menos 113 milhões de euros que em janeiro. Os empréstimos superiores a um milhão de euros desceram para 608 milhões de euros.

O crédito malparado das empresas continuam acima do das famílias e, no caso das sociedades não financeiras, alcançou em fevereiro os 11.516 milhões de euros, ou seja, 15,35% do montante global de créditos bancários concedido a empresas que totaliza 75.019 milhões de euros.

O Banco de Portugal divulgou esta terça-feira também dados sobre o financiamento da banca portuguesa. Os dados mostram uma subida do valor concedido pelo Banco Central Europeu (BCE) aos bancos nacionais para 23,719 mil milhões de euros em fevereiro. O valor significa um aumento de mil milhões de euros face ao mês anterior, mas uma diminuição face aos 25,9 mil milhões de euros registados no período homólogo.





Mais notícias
PUB
PUB
PUB