Mais nove mortos em protestos no Irão, avança a televisão estatal

Pelo menos nove pessoas morreram em confrontos entre manifestantes e forças de segurança do Irão, noticiou hoje a televisão estatal iraniana .

Morteza Nikoubazl/REUTERS

A televisão indicou que pelo menos 20 pessoas morreram em cinco dias de manifestações.  De acordo com a mesma fonte, seis pessoas foram mortas durante um ataque contra uma esquadra da polícia na cidade de Qahdarijan.

Os confrontos começaram quando manifestantes tentaram roubar armas da esquadra, indicou.  A televisão estatal iraniana acrescentou que um rapaz de 11 anos e um homem de 20 foram mortos na cidade de Khomeinishahr, enquanto um membro dos Guardas da Revolução morreu na cidade de Najafabad.
Aquelas cidades situam-se na província de Isfahan, no centro do país, a cerca de 350 quilómetros a sul de Teerão.

Os protestos começaram na quinta-feira passada na cidade de Mashhad, inicialmente contra a subida dos preços dos alimentos e a corrupção.
As manifestações alastraram entretanto várias cidades do país, com palavras de ordem contra o Governo e o líder supremo, ‘ayatolah’ Ali Khamenei.





Mais notícias
PUB
PUB
PUB