Mais de 1.700 candidatos a 14 casas do Programa Renda Convencionada de Lisboa

De acordo com informação prestada pela Câmara Municipal, "foram 1.775 os candidatos que concorreram à 16ª edição do Programa Renda Convencionada, neste momento a decorrer".

Cristina Bernardo

A 16.ª edição do Programa Renda Convencionada contou com 1.775 candidatos para os 14 fogos disponibilizados pela Câmara de Lisboa, com rendas entre as 114 e os 268 euros, avançou à Lusa o município.

De acordo com informação prestada pela Câmara Municipal, “foram 1.775 os candidatos que concorreram à 16ª edição do Programa Renda Convencionada, neste momento a decorrer”.

As 14 habitações disponibilizadas nesta edição localizam-se nas “freguesias de Marvila [cinco], Olivais [três], Parque das Nações [quatro], Santa Clara [uma] e Santa Maria Maior [uma]” e têm tipologias entre T1 e T3.

As candidaturas para esta edição estiveram abertas durante o mês de dezembro e encerraram a 05 de janeiro.

O sorteio das habitações irá decorrer na terça-feira.

Segundo o município “são os jovens que mais procuram este programa municipal de habitação, que tem a particularidade de estar aberto tanto a candidatos de Lisboa como de fora deste concelho”.

“O perfil dos concorrentes, nesta 16.ª edição, mostra uma média de idades de 36 anos, com uma percentagem considerável de pessoas isoladas (56%)”, acrescenta.

A autarquia aponta também que “52% dos candidatos reside já na cidade, sendo o rendimento médio bruto do agregado de cerca de 900 euros”.

Este programa de arrendamento acessível foi criado no final de 2013, “num momento em que começavam a sentir-se novas necessidades de habitação, nomeadamente das famílias que querem alugar casa em Lisboa e não têm capacidade para aceder ao mercado privado”.

Desde essa altura “têm vindo a ser reabilitadas e disponibilizadas casas com tipologias que variam entre T0 e T4, pelas diversas freguesias da cidade, embora com incidência no centro histórico”, salienta o executivo.



Mais notícias