Macron acredita que Trump vai voltar atrás sobre Acordo de Paris

O presidente francês falou das reuniões que teve esta semana com o presidente dos EUA, incluindo as conversas sobre alterações climáticas e o que poderia levar o país a voltar ao acordo.

O presidente francês Emmanuel Macron diz ter esperança que o homólogo norte-americano volte atrás na decisão de tirar os EUA do Acordo de Paris. Em entrevista ao jornal Le Journal du Dimanche (JDD) este domingo, Macron falou das reuniões que teve esta semana com Donald Trump, incluindo as conversas sobre alterações climáticas.

“Donald Trump ouviu-me. Entendeu o sentido da minha ação, sobretudo o vínculo que existe entre o aquecimento global e o terrorismo. Disse-me que ia tratar de encontrar uma solução nos próximos meses”, afirmou Macron sobre os encontros aquando da visita de Trump a Paris esta semana.

“Creio que também viu a mobilização das cidades, dos estados, do mundo dos negócios e da sua própria envolvente para que os Estados Unidos continuem comprometidos na luta contra o aquecimento global”.

“Falámos de forma detalhada sobre o que o faria regressar ao Acordo de Paris”, acrescentou, de acordo com a agência Reuters. Macron não explicou, no entanto, que exigências do presidente dos EUA seriam essas.

A decisão de retirar os EUA do Acordo de Paris foi anunciado por Trump no início de junho, defendendo que o acordo sobre alterações climáticas assinado em dezembro de 2015 iria custar “uma vasta fortuna” ao país. O abandono foi justificado como forma de “proteger a América e os seus cidadãos” já que considera que o acordo seria uma “redistribuição maciça da riqueza dos EUA por outros países”.

PUB
PUB
PUB