Macau lança “Intercâmbio Verde”

Instituto de Promoção do Comércio e do Investimento de Macau (IPIM) lança “Intercâmbio Verde”, para promover negócios entre empresas da China, da Lusofonia e de outras regiões do globo.

O governo de Macau aproveitou a edição deste ano do Fórum e Exposição Internacional de Cooperação de Macau (MIECF), que decorre até amanhã, para reforçar o seu papel de plataforma entre a China e os países da Lusofonia, também na esfera ambiental.

A décima edição do MIECF será aproveitado pelo Instituto de Promoção do Comércio e do Investimento de Macau (IPIM) para lançar, com o apoio da União Europeia e do Pan-Delta do Rio das Pérolas, uma iniciativa denominada “Intercâmbio Verde”.

Trata-se de uma plataforma que tem como objetivo criar oportunidades para o intercâmbio entre empresas da região e de outros pontos do globo, incluindo Portugal e outros países da Lusofonia. Tal como em edições anteriores, participam no MIECF 2017 várias empresas portuguesas dos setores das infraestruturas, energias renováveis e ambiente.

O secretário de Estado do Ambiente, Carlos Martins, foi o único governante estrangeiro a ser convidado para discursar na cerimónia de abertura do Fórum, numa intervenção em que apelou a uma mudança de paradigma com vista a uma economia mais sustentável.

O jornalista viajou a convite da Associação Portuguesa de Jovens Empresários Portugal China e da organização do MIECF 2017.

Mais notícias
PUB
PUB
PUB