Lucro da Semapa disparou 40,9% em 2016 com melhores resultados financeiros

Navigator, empresa de pasta e papel, que representa mais três quartos da faturação do conglomerado, apresentou na semana passada uma subida de quase 11% no lucro líquido para 217,5 milhões de euros no ano passado

Europac_papel_1

O resultado líquido da holding Semapa cresceu 40,9% face a 2015, em resultado do “aumento do EBITDA, a melhoria dos resultados financeiros e a comparação favorável dos impostos sobre lucros, mais que compensaram os efeitos do aumento de amortizações e provisões e da redução da participação na Navigator após julho de 2015”, esclareceu o grupo na Apresentação dos Resultados de 2016.

A Navigator, empresa de pasta e papel que representa mais três quartos da faturação do conglomerado, apresentou na semana passada uma subida de quase 11% no lucro líquido para 217,5 milhões de euros no ano passado, apesar de uma quebra de 3,1% nas receitas (para 1.577 milhões de euros). O grupo Semapa controla quase 80% da Navigator.

O volume de negócios do Grupo Semapa decresceu 2,7% em 2016 face a 2015, para 2,074.6 milhões de euros.

O EBITDA – resultados antes de impostos, juros, depreciações e amortizações, aumentou cerca de 2,3% face ao período homólogo, atingindo 489,1 milhões de euros.

No negócio do cimento, o volume de negócios foi de 470,5 milhões de euros, 1,3% abaixo do valor registado no ano anterior. A diminuição deveu-se “maioritariamente ao decréscimo do volume de negócios do conjunto das operações desenvolvidas em Portugal e na Tunísia, apesar do aumento do volume de negócios do Brasil”.

O EBITDA desse negócio atingiu 85,1 milhões de euros, decrescendo cerca de 0,3 milhões de euros face a 2015, devendo-se “maioritariamente às operações em Portugal, onde este indicador diminuiu 2,6 milhões de euros, e no Líbano, onde diminuiu igualmente 2,6 milhões de euros”. Em 2016, a margem EBITDA situou-se nos 18,1%, 0,2 pontos percentuais acima do observado no ano anterior.

Tags
  • Lord Farquaad

    Os lucros não param de subir e os incêndios em Portugal cada vez mais dramáticos!!! DESGRAÇA REVOLTANTE!!!

    • Born in 1960

      Estas indústrias da pasta do papel não aceitam madeira queimada.Pois a mesma suja a pasta.

  • Pesquisem por: “Manual Católico, formação, confirmação e convite a verdadeira conversão.”
    “Ó meu Jesus, perdoai-nos, livrai-nos do fogo do inferno, levai as almas todas para o Céu e socorrei principalmente aquelas que mais precisarem.”

  • Born in 1960

    Com este aumento de lucros, bem poderiam começar a pagar a madeira a um preço justo ao produtor. Custa menos hoje uma tonelada de eucalipto do que em 1997. A explorarem os produtores também se enriquece. O pior é que o preço da madeira é concertado com as concorrentes. Se não se chama a isto cartel, temos de alterar o significado no dicionário.