Lloyd’s of London de ‘malas aviadas’ para Bruxelas

Seguradora mantém sede em Londres mas planeia abrir uma delegação em Bruxelas.

A seguradora Lloyd’s of London anunciou hoje que vai mudar-se para Bruxelas no inicio de 2019 na sequência da decisão do Reino Unido de sair da União Europeia.

“Na sequência da decisão do Reino Unido em abandonar a União Europeia, uma delegação vai ser aberta em Bruxelas e pretende-se que esteja operacional no dia 2 de janeiro de 2019”, refere a empresa na comunicação anual de resultados.

A sede da empresa vai manter-se em Londres, no entanto, informações avançadas pelo jornal Guardian afirmam que a seguradora vai transferir 100 dos 600 postos de trabalho para a nova filial.

O presidente do grupo, Inga Beale, salientou que “É importante que sejamos capazes de dar ao mercado e aos clientes uma solução eficaz, isto é, que o negócio pode continuar sem interrupção quando o Reino Unido sair da União Europeia”, acrescentando que a nova delegação vai garantir seguros de risco nos 27 países da União Europeia, depois da saída do Reino Unido.

O grupo Lloyd’s já tinha alertado que algumas operações iriam ser deslocalizadas no seguimento do ‘Brexit’, mas ainda não informou os efeitos que a decisão do Reino Unido terá nos postos de trabalho.