Lisboetas fazem balanço positivo da cidade mas queixam-se do trânsito e do estacionamento

Um inquérito a 2502 lisboetas mostra que a maioria (81,7%) considera que a capital tem uma boa qualidade de vida, mas a falta de estacionamento, o trânsito e o elevado preço das habitações são o que mais incomodam os residentes.

Lisboa tem boa qualidade de vida, diz a grande maioria (81,7%) dos 2502 lisboetas inquiridos pelo Centro Interdisciplinar de Ciências Sociais (CICS.NOVA), escreve esta manhã o Diário de Notícias.

Este é um estudo encomendado pela Câmara de Lisboa, cujo objetivo é saber a opinião dos habitantes para que a Câmara consiga responder de melhor maneira às necessidades de quem lá vive, uma iniciativa que começou em 2010 e que resultou na redefinição de novas competências nas freguesias.

Para a maioria dos residentes (58,5%) o trânsito é o maior factor de descontentamento, seguido do estacionamento (53,7%), e do preço da habitação (42,3%).

Em contrapartida, a grande oferta de cafés, esplanadas, restaurantes, comércio e serviços deixa 89,7% dos alfacinhas satisfeitos. Também os espaços públicos, os espaços verdes, a variedade nas ofertas culturais e de lazer agradam a 81,8% dos residentes na capital.

Quanto aos transportes, 72,6% dos inquiridos revelaram-se satisfeitos com os transportes públicos.