Liga Espanhola de Futebol está a usar a aplicação de telemóvel para fazer espionagem

‘La Liga de Fútbol Profesional’, o organismo que gere o campeonato de futebol de Espanha admitiu que se serve da sua aplicação oficial para transformar os utilizadores em espiões à força.

A aplicação para smartphones da Liga Espanhola de Futebol está a ser utilizada para “espionagem”, revela o o jornal espanhol ‘El Diario‘. A aplicação ativa automaticamente o microfone do telefone cada vez que o GPS do dispositivo indica que o utilizador está num café ou bar durante um jogo de futebol, para que se possa ouvir o que se passa no sítio onde o utilizador se encontra e, depois, determinar se está ver a jogo através de uma ligação pirata.

A justificação que a Liga deu para este acto de espionagem (e de atropelo da privacidade dos utilizadores), prende-se com a luta contra as emissões ilegais de jogos que, segundo a Liga, já lhe custaram mais de 150 milhões de euros. Ainda segundo esta entidade, os dados recebidos a partir dos microfones dos smartphones não vêm sob a forma de áudio, mas sim de código, e garantiu que também não guarda nenhuns dados localmente.

Esta situação foi revelada por causa de uma alteração dos termos de utilização da aplicação que se ficou a dever às novas regras impostas pelo Regulamento Geral de Protecção de Dados (RGPD) da União Europeia, que entrou em vigor a 25 de maio.

A ‘La Liga’ defende-se com o facto de os utilizadores darem permissão à aplicação para utilizar o microfone quando instalam a aplicação. A Agência Espanhola de Protecção de Dados (AEPD) já está a investigar.

A lição a tirar disto é ler sempre os termos e condições de utilização das aplicações antes de se dar consentimento para utilizarem os recursos dos dispositivos.

 






Mais notícias
PUB
PUB
PUB