Juncker: “Brexit não é o fim da União Europeia”

Presidente da Comissão Europeia advertiu para o risco de se considerar o Brexti como o princípio do fim da União Europeia ou como o ponto final na integração dos seus membros.

Vincent Kessler/Reuters

“Temos que explicar por aí, e também a nós mesmos, de que a saída do Reino Unido não significa o final da integração europeia ou do projeto europeu. Existem vários assuntos sobre os quais podemos efetuar mais progressos apesar da saída dos britânicos (…) Se consideramos o Brexit como o princípio do fim estaríamos a cometer um grande erro”, afirmou Juncker na conferência de imprensa que teve lugar em Malta.

As negociações com o Reino Unido para combinar as condições de saída do clube comunitário será um dos grandes temas a marcar a agenda comunitária em 2017. Theresa May, primeira-ministra britânica, assegurou que irá notificar em março a sua intenção de romper com a União Europeia. Isto irá abrir um prazo de dois anos para alcançar um acordo.

Juncker também advertiu para as dificuldades intrínsecas do processo: Eu queria levar a integração europeia a um ponto de não retorno. Mas o que temos em mãos agora é um grande trabalho de desconstrução.