Jovens cientistas portugueses vão responder a desafios colocados pelas empresas

Entrar num novo mercado, redefinir ofertas de produtos, proceder à mudança organizacional estratégica, ou implementar uma mudança numa empresa, são alguns dos desafios que podem ser colocados aos cerca de 70 jovens de toda a Europa que vão participar no Swiss Talent Forum 2017. Espera-se criatividade e inovação.

São três os jovens cientistas portugueses selecionados pela Fundação da Juventude que vão representar Portugal no Swiss Talent Forum 2017: Mariana Garcia e Matilde Silva, a dupla vencedora da 10ª Mostra Nacional de Ciência com o projeto denominado “Neuro Teste” (teste de farmacológicos de baixo custo) e Ivo Gonçalves, vencedor do Encontro Juvenil de Ciência.

O evento, que decorre na Suíça de 22 a 25 de abril, tem como mote “Fomentar o empreendedorismo”  e reúne cerca de 70 jovens cientistas de toda a Europa para participar em palestras e workshops. 

Este ano, são cinco as empresas que, representando diferentes indústrias, vão colocar cinco desafios empresariais aos jovens do Swiss Talent Forum, por forma a que os mesmos encontrem as melhores soluções. Para isso, terão de responder de forma inovadora e criativa.

Os cinco desafios colocados por empresas:

Desafio 1: “Como é que o« SwissShrimp Club»pode inspirar os amantes de cozinha”

SwissShrimp é uma startup suíça que atua na área da produção de camarão. Num país sem acesso a pesca marítima, a aquacultura acaba por ser uma industria com elevado potencial.  A SwissShrimp espera produzir 60 toneladas de camarão por ano e ser o principal fornecedor do mercado grossista e dos particulares através de entregas ao domicilio. Neste desafio a empresa procura a melhor solução para inspirar os apaixonados por cozinha levando-os a apostar na entrega direta de camarão.

Desafio 2: “O que pode a Swiss Youth in Science Juvenil comunicar melhor com o público-alvo?”

A Swiss Youth in Science (SJf) organiza vários eventos para jovens interessados ​​em ciência e investigação, comunicando com os jovens através do site, redes sociais ou boletins de notícias. Contudo as formas de comunicação tendem a desenvolver e os jovens têm hoje acesso a outras ferramentas de comunicação para se manterem conectados ao mundo. Desta forma, está lançado o desafio: Como pode a Swiss Youth in Science Juvenil comunicar melhor com o público-alvo?

Desafio 3: “Como é que a Tibits pode fazer uso da transformação digital para interagir e conquistar os seus clientes?”

Três irmãos suíços criaram o Tibits, uma cadeia de buffets vegetarianos. Atualmente o Tibits conta com oito restaurantes na Suíça e um no Reino Unido e espera abrir mais um em Londres, um parte francesa da Suíça e dois na parte alemã. Neste desafio a Tibits procura soluções específicas para, através de meios digitais, servir e comunicar melhor os seus clientes.

Desafio 4: “Como pode o  Gryps crescer exponencialmente nos próximos cinco anos?”

O GRYPS é um portal de compras para Pequenas e Médias Empresas (PME) na Suíça. O portal compila os serviços e apresenta três cotações de fornecedores adequados para as opções pretendidas. Esta é uma solução para pessoas que procuram serviços ou produtos e empresas que oferecem esses serviços e produtos. Neste desafio pedem-se novas ideias para a Gryps crescer em novos mercados ou com novas ofertas para clientes existentes.

Desafio 5: “Novas soluções de sensores para um mundo mais inteligente”

A Sensirion é um fabricante de sensores de alta qualidade e soluções para a medição e controle de humidade, fluxos de gás ou líquido. Fundada em 1998 como uma spin-off do Instituto Federal Suíço de Tecnologia (ETH) Zurique, a empresa possui instalações em todo o mundo e uma rede de distribuição contínua. O desafio lançado pela Sensirion passa por apresentar novas ideias para sensores e desenvolver um modelo de negócio para a introdução de novos sensores em novos mercados.

A Fundação da Juventude é uma instituição privada, de interesse público, sem fins lucrativos, focada na Formação, Empreendedorismo e apoio ao Emprego Jovem.

 



Mais notícias