Jorge Mendes “no centro da ‘teia’ de empresas de fachada”, diz eurodeputado

Aquele que é considerado o maior agente de futebol do mundo foi chamado a depor no Parlamento Europeu, no âmbito dos designados "Panama Papers".

A comissão de investigação do Parlamento Europeu aos chamados “Panama Papers” vai chamar a depor, no dia 5 de setembro, Jorge Mendes, agente desportivo e Gianni Infantino, presidente da FIFA, informa a Lusa.

“FIFA, intermediários e futebolistas têm de dar explicações, porque todos têm responsabilidade, por isso pedimos que Jorge Mendes compareça”, esclareceu Ernest Urtasun, eurodeputado do partido espanhol Iniciativa per Catalunya Verds (ICV), em comunicado.

Para Urtasun, a gestão de Jorge Mendes “parece estar no centro da ‘teia’ de empresas de fachada para evitar que jogadores e treinadores paguem impostos”.

A plataforma “Football Leaks” começou a divulgar documentos confidenciais em setembro de 2015, alguns dos quais denunciavam eventuais evasões fiscais de Cristiano Ronaldo, agenciado por Jorge Mendes.