Itália aprova Orçamento para 2018 e cria incentivos para contratar mais jovens

Na data limite para ser aprovado, o Orçamento do Estado italiano para 2018 foi votado na Câmara Alta do Senado com 140 a favor e 94 contra.

REUTERS/Alessandro Bianchi

O Senado de Itália aprovou formalmente este sábado, 23 de dezembro, o Orçamento do Estado para o próximo ano. A pouco mais de uma semana do final do ano, este deverá ser o último ato legislativo do país.

O documento que teve hoje ‘luz verde’ em Roma estipula a mobilização de recursos na ordem dos 28 mil milhões de euros e incentivos para as empresas contratarem mais jovens e renovarem os contratos com os seus funcionários. Na data limite para ser aprovado, o orçamento foi votado na Câmara Alta com 140 a favor e 94 contra.

No final de setembro, o governo italiano reviu em alta a sua estimativa de crescimento económico, esperando agora que o Produto Interno Bruto (PIB) do país cresça este ano 1,5%, acima de 1,1% estimado em abril.

O Conselho de Ministros aprovou uma atualização do Documento de Economia e Finanças, publicado em abril, que guia a política económica e orçamental do executivo, prevendo agora um crescimento de 1,5% do PIB italiano este ano, ritmo que se manterá em 2018 e 2019.

Com Lusa e EFE






Mais notícias
PUB
PUB
PUB