Faturas: Veja se já garantiu o seu reembolso de IRS

Os contribuintes têm um prazo de 72 horas, a partir de hoje, para validar todas as faturas no portal das Finanças. Só entre faturas de supermercado, restaurantes e oficinas, pode conseguir um reembolso de 500 euros.

A próxima quarta-feira, dia 15 de fevereiro, é o prazo final para os contribuintes confirmarem e validarem todos os encargos, de forma correta, no portal das Finanças e-Fatura. Faturas de supermercado, restaurantes e oficinas podem levar a um poupança de 500 euros no IRS.

As faturas que permanecerem pendentes devem ser inseridas nas categorias certas, como por exemplo, para faturas de supermercado, a categoria é “outros”, mas se o caso for um almoço dentro de um café do hipermercado, a categoria correta passa a ser “restauração”.

Para os contribuintes com um gasto mínimo, por ano, de 715 euros em despesas como compras do dia, vestuário e calçado e, ainda, água e luz, serão reembolsados 250 euros, salvo se se tratar de um casal, onde o valor duplica. Para receber este reembolso, é essencial que o contribuinte coloque o seu Número de Identificação Fiscal (NIF) em todas as faturas.

Além disto, também despesas em restaurantes, hotéis, cabeleireiros, oficinas e com animais de estimação podem alcançar uma poupança de 250 euros. Mas, para receber este montante é necessário o gasto ser superior uma vez que é contabilizado 15% do IVA final por cada fatura.

Relativamente aos animais de estimação, a fatura tem um benefício fiscal de apenas 35 cêntimos. No caso de ter sido efetuada uma compra de produto numa farmácia, com IVA a 23%, só é deduzível caso o contribuinte apresente receita médica.

Em situações hospitalares, seguros de saúde, escolas ou rendas, as faturas só irão aparecer no portal das Finanças no mês de março, na página “deduções à coleta”.



Mais notícias
PUB
PUB
PUB