IRS automático: E se o contribuinte não tiver internet?

Contribuintes podem recorrer aos Espaços dos Cidadãos, onde é possível solicitar apoio com o acesso ao portal das Finanças.

O IRS automático vai aplicar-se aos trabalhadores por conta de outrem e para os aposentados ou reformados. Os dados serão carregados automaticamente através das comunicações feitas à Autoridade Tributária (AT). No entanto, caso não tenha internet, não há problema.

Os contribuintes podem recorrer aos Espaços dos Cidadãos, onde podem solicitar apoio neste sentido. Aqui, pode obter a senha de acesso ao Portal das Finanças. É também possível solicitar apoio no âmbito da verificação das faturas constantes do sistema E-fatura e da comunicação anual de rendas recebidas, obter cadernetas prediais, certidões e comprovativos de IRS, certidões de dívida e não dívida ou documento de pagamento de pagamento do imposto, informa o Portal das Finanças.

A utilização dos Espaços de Cidadão como centros de apoio ao contribuinte surgiram como forma de resposta pelo executivo às alterações aos procedimentos com o IRS.

O IRS automático, que vai entrar em vigor de forma experimental já este ano,  prevê que os contribuintes não tenham de preencher a declaração e que apenas tenham de validar os cálculos da AT, que fará o cruzamento de dados que recebe sobre cada contribuinte, nomeadamente as declarações patronais e as faturas com número de contribuinte. Um terço dos contribuintes já poderão usufruir deste sistema na época de apresentação de IRS que se aproxima.



Mais notícias