Intenções de voto no PS e em António Costa diminuiram em abril

Face ao resultado da sondagem feita em abril de 2017, a quebra da percentagem de inquiridos que diz ter intenção de votar no partido que está no governo é de quatro pontos percentuais.

Cristina Bernardo

As intenções de voto no Partido Socialista (PS) caíram 1,2 pontos percentuais em abril, face a março, para 38%, de acordo com as sondagens feitas pela Aximage, para o “Jornal de Negócios”, divulgada esta segunda-feira.

Face ao resultado da sondagem feita em abril de 2017, a quebra da percentagem de inquiridos que diz ter intenção de votar no partido que está no governo é de quatro pontos percentuais.

Paralelamente, a avaliação feita ao desempenho do Governo baixou. “Há um ano, metade dos inquiridos dizia que o Executivo estava a governar acima das expectativas, ao passo que agora são apenas 44% (contra 48% em março). Já aqueles que se mostram desapontados com o desempenho do Governo aumentaram de 8,6%, em abril de 2017, para 11,2% em abril deste ano (eram 9,9% em março)”, refere o “Jornal de Negócios”.

O PSD também regista uma ligeira descida nas intenções de voto, para 26,7%.

 

Quanto ao primeiro-ministro António Costa, a avaliação da Aximage diminuiu para 13,7 pontos, um valor inferior aos 14,9 registados em 2017.

Mais: a sondagem da Aximage diz que os portugueses estão menos confiantes em António Costa, embora continue a ser o preferido para o cargo de primeiro-ministro. Em abril, 61,8% dos inquiridos disseram confiar mais em António Costa para chefe do Governo, quando no mesmo mês de 2017 esse valor era de 67,5%.






Mais notícias
PUB
PUB
PUB