Integração da Opel na PSA dá primeiros passos

A integração da Opel no Grupo PSA está a dar os primeiros passos. Exemplo disso foi a reunião que juntou Carlos Tavares e Brigitte Zypries no Ministério Federal a que a alemã preside, o da Economia e da Energia.

Brigitte Zypries, ministra alemã da Economia e Energia, presidiu a uma reunião sobre a aquisição da Opel/Vauxhall pelo Grupo PSA, que reuniu representantes do Governo Federal Alemão, dos Estados, do sindicato dos trabalhadores da indústria metalúrgica IG Metall, dos Comités de Empresa da Opel, e do Grupo PSA, com Carlos Tavares, Presidente do Conselho de Administração, e Olivier Bourges, Secretário-Geral.  Também participaram na reunião Matthias Machnig, Secretário de Estado, Marie-Luise Dreyer, Ministra-Presidente do Estado da Renânia-Palatinado, Bodo Ramelow, Ministro-Presidente do Estado de Thüringen, Tarek Al-Wazir, Ministro da Economia de Hesse, Jörg Hofmann, Presidente do Sindicato IG Metall, e Lothar Sorger, Adjunto do Chefe do Comité de Empresa da Adam Opel AG.

Decorrendo sob uma atmosfera positiva, durante a reunião, os participantes reconheceram os benefícios advindos da aproximação entre o Grupo PSA e a Opel/Vauxhall. Carlos Tavares salientou as oportunidades oferecidas por esta aliança para ambas as partes, especialmente através da possibilidade de criar um líder europeu para os primeiros ou segundos lugares do pódio em cada um dos mercados-chave. O encontro serviu ainda para serem abordadas várias temáticas ligadas à aquisição, como o diálogo de confiança e transparência entre a gestão das duas empresas, o Comité de Empresa da Opel/Vauxhall, os sindicatos e outras partes interessadas; o impacto da potencial aquisição da Opel/Vauxhall por parte do Grupo PSA sobre os acordos em vigor, bem como sobre as garantias em matéria de proteção de fábricas e dos postos de trabalho, algo que o Grupo PSA se comprometeu a respeitar; a continuidade da gestão da Opel/Vauxhall como negócio autónomo, com marcas independentes, dentro do Grupo PSA; e ainda o trabalho apra assegurar a viabilidade das marcas Opel/Vauxhall, locais de produção e centros de Pesquisa & Desenvolvimento na Europa, a ser feito com as organizações sindicais e Conselhos de Empresa.

A ministra Brigitte Zypries declarou-se “muito satisfeita com os progressos que conseguimos alcançar no interesse dos trabalhadores da Opel/Vauxhall. Saúdo, em particular, o compromisso do Sr. Carlos Tavares em honrar os acordos existentes. O Governo Federal e os Estados continuarão a dar o seu suporte construtivo ao projeto de fusão entre o Grupo PSA e a Opel/Vauxhall.” Por seu turno, Carlos Tavares declarou: “Esta reunião permitiu-me insistir na ambição do Grupo PSA, em tornar a qualidade das relações com os representantes dos trabalhadores na chave para o sucesso da empresa.”

No final da reunião, os diferentes participantes confirmaram o seu desejo de preservar um diálogo aberto e construtivo, no interesse da Opel e dos seus colaboradores, concordando em agendar novo encontro.





Mais notícias
PUB
PUB
PUB