Ilhas Baleares querem reprimir o “turismo antissocial”

Objetivo da medida é melhorar "a segurança dos passageiros e aumentar as forças de segurança em aviões e aeroportos nas ilhas", onde são frequentes incidentes com passageiros alcoolizados.

As autoridades das Ilhas Baleares querem proibir o consumo de bebidas alcoólicas nos aeroportos e em aviões, numa tentativa de reprimir o “turismo antissocial”. A proibição surge na sequência de incidentes motivados pelos excessos com bebida, que as agência turísticas consideram “perturbadores” e “inapropriados” num dos destinos turísticos mais procurados no país vizinho.

Num comunicado enviado à Comissão Europeia, divulgado pelo canal britânico ‘BBC‘, Pilar Carbonell, chefe de turismo das ilhas espanholas, escreve: “Pedimos ao Governo central e à Comissão Europeia que para que seja banido o consumo de bebidas alcoólicas em voos e aeroportos”.

Pilar Carbonell explica que “o objetivo da medida é melhorar a segurança dos passageiros e aumentar as forças de segurança em aviões e aeroportos nas ilhas, que são frequentemente confrontados com passageiros bêbados”.

O mês passado, dois estranhos sob o efeito de álcool tiveram relações sexuais num voo da companhia irlandesa Ryanair. O vídeo foi colocado online e rapidamente se tornou viral nas redes sociais.

Para evitar futuros excessos, Pilar Carbonell pede medidas para que o álcool fique longe dos terminais de partida e chegada dos aeroportos. “Nós não toleraremos comportamentos rebeldes, perturbadores ou inapropriados em qualquer circunstância e por parte de qualquer passageiro, devendo estes ser responsabilizados com sanções mais duras”.



Mais notícias