IEFP não avisou convocados para apresentações periódicas sobre fecho dos centros de emprego no dia 26

O IEFP lamentou a situação e garantiu que ninguém será prejudicado.

A tolerância de ponto que o Governo deu aos funcionários públicos prejudicou os desempregados, inscritos no centro de emprego, que tinham sido convocados para apresentações regulares no dia 26 de dezembro, noticia o “Jornal de Notícias” esta quarta-feira.

Segundo o “JN”, alguns serviços do Instituto do Emprego e Formação Profissional (IEFP) – como no Porto ou em Braga – não avisaram ninguém de que os centros de emprego estariam encerrados no dia a seguir ao Natal e, por isso, quem se dirigiu aos serviços do IEFP encontrou a porta fechada. O IEFP lamentou a situação e garantiu, junto do JN, que ninguém será prejudicado.

“Efetivamente, algumas convocatórias são emitidas com muita antecedência e pode suceder que venham a coincidir com o dia de tolerância decretada posteriormente”, refere uma nota explicativa do IEFP, citada pelo “JN”. A tutela, por sua vez, justificou que nestas situações “os serviços tentam contactar os convocados para informar que a convocatória fica sem efeito, mas pode acontecer que nem todos sejam bem sucedidos”.

O periódico refere que a tolerância de ponto deixou os desempregados com “sentimento de revolta” desavisados.






Mais notícias
PUB
PUB
PUB