Hospitais pagaram mais de 95 milhões de euros em prestações de serviços

Até novembro do ano passado, o custo das prestações de serviços já tinha ascendido os 95 milhões de euros. É o valor mais alto dos últimos quatro anos.

medicos_hospital

Hospitais pagaram mais de 95 milhões de euros com prestações de serviços até novembro de 2016, uma despesa que corresponde ao valor mais alto dos últimos quatro anos, de acordo com a notícia avançada pelo “Diário de Notícias” na edição desta sexta-feira.

Segundo os dados da Administração Central do Sistema de Saúde, em 2013 a despesa com a prestação de serviços situava-se nos 92 milhões de euros, cerca de três milhões a menos do que o valor atual. No entanto, em 2012, os números eram significativamente mais altos: 107 milhões de euros.

O saldo do Serviço Nacional de Saúde (SNS) em novembro era de 189 milhões de euros negativos, um aumento de 69 milhões de euros em relação ao período homólogo ou um agravamento em mais 57% do que o mesmo mês de 2015. De acordo com os dados da Execução Orçamental, o aumento da despesa deve-se aos gastos com pessoal que resultaram da reposição salarial, da passagem às 35 horas semanais para os profissionais que estão com contrato em funções públicas e de mais contratações. Os custos com fornecimentos e serviços externos também cresceram, informa o DN.

“A evolução das despesas com pessoal reflete os efeitos decorrentes da reversão gradual da redução remuneratória na administração pública e da evolução do número de efetivos do SNS”, refere o relatório da Direção-Geral do Orçamento, divulgado no final de dezembro. Até novembro a despesa com recursos humanos foi de 3308 milhões de euros, mais 166 milhões em comparação com o mesmo mês do ano passado. Um dos fatores é a passagem às 35 horas semanais nos contratos em funções públicas. A estimativa de gastos para seis meses é de 19 milhões de euros.

 

  • Revoltado

    Vai ser sempre assim!…quando cortam a seita do lado esquerdo eles atacam pela direita…e vai ser sempre assim, ate porque os esquemas estão montados e tudo está armadilhado…..quem mexe nessas armadilhas acaba mal….eu quando não os vejo Emigrarem…? sei que alguma coisa tem interesse, senão Emigravam…mas onde é que eles vão ter tantos lucros como aqui em Portugal…por isso é que nenhum deles obedeceu ao PPC Emigrem…ta bem tá…eles saem dos tachos e ficam ali ao lado a espera de outra oportunidade…sair é que nunca…depois tem as informações lá de dentro das instituições….eles quando saem deixam tudo bem organizado…é uma teia…..porque os que colaboram sabem que mais tarde tem outro tacho….por isso há muita gente que se levanta todos os dias satisfeito a vida corre bem…obrigado..