Horta Osório: Lloyds já devolveu ao Estado tudo o que este investiu no banco

António Horta Osório elogia o banco que dirige por ter conseguido pagar ao Estado todo o capital que foi originalmente colocado no Lloyds Bank (20,3 mil milhões de libras). "É um momento de grande orgulho para todos nós no Lloyds"

Luke MacGregor/Bloomberg

O Tesouro Britânico acaba de anunciar que já recuperou todo o dinheiro injetado no Lloyds, 20,3 mil milhões de libras (24,26 mil milhões de euros).

António Horta-Osório, CEO do grupo, enviou em comunicado uma declaração sobre o assunto.  “Como o governo acaba de anunciar o Estado recebeu  todo dinheiro que foi originalmente colocado no Lloyds Bank (20,3 mil milhões de libras). É um momento de grande orgulho para todos nós no Lloyds” diz o banqueiro português que elogia todos os que  “trabalharam incansavelmente nos últimos seis anos para desempenhar o seu papel nesta tarefa”.

O presidente do Lloyds diz ainda que “ao olharmos para o futuro, continuamos absolutamente focados no nosso compromisso de ajudar a Grã-Bretanha prosperar.”

O Estado britânico fica ainda com cerca de 1,4% do capital do banco para vender.

A 13 de outubro de 2008 o Governo britânico avançou com uma linha de 37 mil milhões de libras para resgatar a banca do país fustigada pela falência do Lehman Brothers e pela crise financeira. Deste montante, 20,5 mil milhões entraram no capital do Lloyd’s e o Estado passava a deter uma participação de 43,4% no banco.

 



Mais notícias