Grupo chinês HNA já entrou no capital da TAP

Por outro lado, o capital da TAP fica nas mãos da HNA (2,52%), de Pedrosa (22,95%) e de Neeleman (19,53%). O Estado mantém 50% da participação, enquanto os restantes 5% são pertencentes aos trabalhadores.

O grupo chinês HNA já ficou, indiretamente, com 2,52% do capital da TAP, depois de ter tornado efetiva a participação no capital do consórcio privado Atlantic Gateway, detentor de 45% da companhia aérea nacional. Segundo noticia o jornal Público esta quarta-feira, o investimento asiático foi de 84 mil euros através da Hainan Airlines, garantindo assim 5,6% da Atlantic Gateway.

A Atlantic Gateway fica assim detida pela HNA (5,6%), pela holding pessoal do empresário Humberto Pedrosa, a HPGB, (51%). A DGN de David Neeleman diminiu a participação para 43,4% dos anteriores 49%. Os dois empresários realizaram, imediamente antes da antrada da HNA, um aumento de capital de 200 mil euros, dos quais 150 mil foram subscritos por Pedrosa e 50 mil por Neelman.

Por outro lado, o capital da TAP fica nas mãos da HNA (2,52%), de Pedrosa (22,95%) e de Neeleman (19,53%). O Estado mantém 50% da participação, enquanto os restantes 5% são pertencentes aos trabalhadores, no seguimento da Oferta Pública de Venda (OPV). Depois da entrada do grupo asiático, a TAP inaugura esta quarta-feira a primeira ligação direta entre Pequim e Lisboa, escreve o Público.





Mais notícias