Governo Regional renova contrato de arrendamento para serviço de acolhimento de doentes em Lisboa

A portaria do Governo Regional diz ser de absoluto interesse público a renovação deste contracto de arrendamento. Esta despesa é contabilizada no orçamento do Serviço Regional de Saúde.

Ilya Naymushin/Reuters

O Governo Regional decidiu renovar o contracto de arrendamento, estabelecido entre o Serviço Regional de Saúde (SESARAM) com a Arsofi, para o serviço de acolhimento de doentes em Lisboa.

O contrato será renovado por um ano e tem fixada uma renda mensal de 420 euros. A portaria do Governo Regional diz que “é de absoluto interesse público a renovação do referido contrato de arrendamento”.

Esta portaria prevê que o imóvel tenha: mobília, atendimento telefónico, receção de correspondência, utilização das salas de reunião (até 4 horas por mês), água e eletricidade, ar condicionado, comunicações (telefone, Internet,
WiFi), bem como limpeza e manutenção.

Esta despesa do Governo Regional é contabilizada no orçamento do SESARAM.




Mais notícias
PUB
PUB
PUB