Governo ou Parlamento: quem vai dar o “pontapé de saída” do Brexit?

A decisão sobre se é o Governo ou o Parlamento que deve ativar o artigo 50 do Tratado de Lisboa será conhecida nos próximos dias.

theresa-may

O Governo britânico não acredita que tinha grandes possibilidades de ganhar a batalha legal para ativar o Brexit sem passar pelo Parlamento, uma decisão que será tomada do Supremo Tribunal nos próximos dias e que será a chave para o futuro da saída da União Europeia.

Segundo noticia hoje o The Guardian, vários membros do executivo de Theresa May mostraram-se preocupados sobre as poucas possibilidades que o Governo tem de ganhar este caso. De acordo com o The Guardian, sete dos onze juízes que tomarão a decisão final no Supremo Tribunal estão a favor de obrigar May a pedir autorização ao Parlamento para ativar o artigo 50 do Tratado de Lisboa, que marcará o início oficial da saída do Reino Unido da Europa. Assim, May defende que o seu Governo tem capacidade para, de forma independente e sem passar pelo Parlamento, ativar o artigo e iniciar o Brexit.

O diário britânico assegura que o Governo tem preparadas, pelo menos, duas versões da lei que deverá ser apresentada (e aprovada) pelo Parlamento, seja qual for a decisão final do Tribunal. De acordo com o The Guardian, May teria pedido aos juízes para conhecer o seu veredicto antes de de se tornar público para preparar um plano de contingência.

  • José, Província

    A atrapalhação é total na GB. A tia May está a ver-se à nora ou será à sogra?

  • Monhé

    Nós ainda não criamos nada para atrair sedes financeiras, isso já devia estar pronto, ontem. IRC a 12% e siga.