Governo apresenta projetos aos empresários da construção e imobiliário

Reunião terá lugar esta manhã na sede da AICCOPN, onde o ministro Pedro Marques será recebido pelo presidente associação, Reis Campos.

Cristina Bernardo

O ministro do Planeamento e das Infraestruturas, Pedro Marques, vai reunir-se esta manhã com os empresários da construção e do imobiliário, para lhes explicar os projetos previstos para esses setores.

A reunião irá decorrer, nas instalações da sede da AICCOPN – Associação dos Industriais da construção Civil e Obras Públicas, e será presidida por Pedro Marques, que se vai encontrar com Reis Campos, presidente da AICCOPN e da CPCI – Confederação Portuguesa da Construção e do Imobiliário.

A reunião de Pedro Marques com os empresários do setor dará ainda lugar à realização do encontro “Promoção do Investimento e dinamização da Economia – apresentação de Projetos e Iniciativas para o Setor da Construção e do Imobiliário”.

De acordo com um comunicado da AICCOPN, “nesta sessão, serão abordados os projetos que o Governo tem em perspetiva para o setor da construção e do imobiliário, no domínio do investimento público e dos projetos estruturantes, bem como da política das cidades, da reabilitação urbana e da habitação”.

Reis Campos considera que “se trata de uma oportunidade única para identificar as linhas orientadoras do Governo e o que podem as empresas esperar nos próximos tempos, programando melhor a sua atividade”, realçando que “é a primeira vez que o senhor ministro se vai dirigir, diretamente, às nossas empresas, dando a conhecer um planeamento que é estritamente necessário para o nosso setor”.

O presidente da CPCI recorda ainda que “existe um compromisso com o reforço do investimento público e, desde o Plano Estratégico dos Transportes e das Infraestruturas que foi objeto de um amplo consenso e foi assumido tanto pelo anterior Governo como pelo atual, aos fundos comunitários do Portugal 2020 e aos instrumentos de financiamento europeu, com destaque para o Plano Juncker, bem como os projetos anunciados, por exemplo, no domínio aeroportuário e ferroviário, há um conjunto significativo de oportunidades que importa conhecer”.