Fundações Endesa e Carolina lançam bolsas para docentes e investigadores

As bolsas de mobilidade, num total de 15, visam promover a cooperação cultural e científica entre Portugal e Espanha

A Fundação Endesa e a Fundação Carolina apresentam esta quarta-feira, 31 de janeiro, um novo programa de bolsas, dirigido a professores e investigadores de universidades de portuguesas.

As bolsas de mobilidade, num total de 15, visam promover a cooperação cultural e científica entre Portugal e Espanha, explicam as promotoras em comunicado enviado. Nesta primeira fase as áreas escolhidas são: educação, engenharia e ambiente.

As bolsas de estudo permitirão que os melhores candidatos de oito universidades portuguesas (Porto, Lisboa, Minho, Coimbra, Universidade Nova de Lisboa, Aveiro, Évora e o Instituto Universitário de Lisboa) completem a sua formação e realizem as suas investigações numa das 48 universidades públicas espanholas com as quais a Fundação Carolina tem um acordo, ou com qualquer centro público de investigação.

A sessão de lançamento das bolsas quarta-feira, na Fundação Calouste Gulbenkian, conta com a presença do ministro da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Manuel Heitor, dos promotores Borja Prado e Nuno Ribeiro da Silva, presidente da Fundação  Endesa e director geral da Endesa Portugal, respetivamente, e Jesús Andreu Ardura, diretor geral da Fundação Carolina, do administrador da Gulbenkian, Guilherme d’Oliveira Martins, e do embaixador de Espanha, Eduardo Gutiérrez.




Mais notícias
PUB
PUB
PUB